Juntos conseguiremos – O amor como um antivírus COVID19

Juntos conseguiremos – O amor como um antivírus COVID19

“Nestes dias precisamos ficar em casa, mas temos um segredo para estar sempre felizes: amar. Então, todas as manhãs, lançamos o dado e fazemos o que ele diz”. Os Gen4, as crianças do Movimento dos Focolares, não param: mesmo em isolamento social, começam o dia lançando o “dado do amor”, no qual cada face traz um ponto da Arte de Amar, e se comprometem a vivê-lo. Assim, a “casa” se torna um lugar a ser preenchido com atos de amor. Por isso, em Roma, as crianças construíram uma “casinha” de papelão na qual colocam todos os cartões em que eles escrevem ou desenham os atos de amor todos os dias!

Em algumas cidades, os e as gen4, envolvendo os pais, fizeram cartazes e cartas para oferecer ajuda aos idosos em seus prédios.

“Mas e se alguma criança no prédio não tiver tantos brinquedos como nós?”, perguntaram-se Niccolò e Margherita, gen4 italianos. Então, eles deixaram uma caixa na entrada do prédio com este aviso: “Olá! Encontramos em casa brinquedos que não usamos mais. Se vocês quiserem, podem pegar e não precisa devolver. Coragem!".

Os gen4 estão em todas as partes do mundo e, se essa pandemia afeta todos os países, é natural para eles estarem presentes e se lembrarem de todos. Vejam, por exemplo, a oração dos Gen4 da COREIA do Sul (ver anexo 1).

Na TANZÂNIA, uma gen4, vendo quantas crianças estavam sofrendo porque não tinham comida devido ao COVID19, pensou em doar todo o dinheiro que vinha guardando há muito tempo em uma caixinha (40.800 da moeda local = cerca de 17,00 euros!).

Em PORTUGAL tiveram a ideia de fazer algo para todos os Super-heróis que durante este período deram sua contribuição pessoal para ajudar: não apenas os enfermeiros, os médicos, mas também aqueles que trabalham em lojas, os policiais, aqueles que limpam as ruas... (ver anexo 2).

Ao lado das crianças, os animadores dos Focolares estão na linha de frente para acompanhá-los neste período delicado. Envolvendo os pais, há muitos encontros que estão acontecendo através dos meios de comunicação, pelo Zoom, por exemplo, conectando em rede e criando pequenos grupos, como na GUATEMALA, para não deixar ninguém sozinho (ver Anexo 3). São oportunidades de troca de experiências e uma ajuda para recordar o compromisso de rezar pelos enfermos e por quem sofre, como em Bilbao (ESPANHA); e há também momentos de festa, como em NÁPOLES, onde foi formada uma orquestra maravilhosa com instrumentos improvisados, que conectou e ofereceu momentos de felicidade a muitas crianças dentro de suas casas (ver anexo 4). Em Portugal, alguns adultos também fazem um vídeo todos os domingos com uma pequena representação do Evangelho e o compartilham nas mídias sociais.

  • Versione
  • 338 Scarica
  • 1.82 MB Dimensioni file

FileAzione
Anexo 1) Oração Coreia_br.jpgScarica 
Anexo 2) Portogallo.jpegScarica 
Anexo 3) Guatemala.pdfScarica 
Anexo 4) NÁPOLESScarica